,
14/12/2017 21h10

NATAL CANCELADO

Nazaré cancela festividades de Natal após fala de Trump sobre Jerusalém



Cidade onde Jesus cresceu, no norte de Israel, de população majoritariamente árabe, concentra diversos eventos relacionados à data

 

 

A cidade de Nazaré, em Israel, local onde Jesus passou a juventude, de população majoritariamente árabe, decidiu cancelar parte de suas festividades de Natal, segundo a agência de notícias Reuters.

A decisão é um gesto de protesto contra a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de transferir a embaixada americana para Jerusalém, reconhecendo a cidade como capital de Israel.

A transferência irritou líderes árabes, já que a porção oriental da cidade também é reivindicada como futura capital de um Estado palestino. ONU e União Europeia, entre outros organismos, também condenaram a decisão, por representar um entrave no processo de paz no Oriente Médio.

Nazaré, que tem 76 mil habitantes, entre árabes e cristãos, concentra boa parte das festividades natalinas da região.

“Nós decidimos cancelar as apresentações tradicionais de música e dança porque estamos em tempos de disputa, pelo que Trump disse sobre Jerusalém”, declarou Salem Sharara, porta-voz da cidade, segundo a Reuters.

A basílica da Anunciação, em Nazaré, é tida como o local da casa onde Maria, mãe de Jesus, cresceu. Segundo Sharara, as missas nas igrejas locais serão realizadas como todos os anos.

Na Cisjordânia, o anúncio de Trump também ocasionou protestos relacionados às festividades. Uma hora após a declaração do presidente americano, as cidades de Ramallah, capital do território, e Belém, local de nascimento de Jesus, apagaram suas luzes de Natal.

 

 

 

 

Fonte: G1