,


Testemunhos



TESTEMUNHO DA IRMÃ DAIANA (MEMBRO DA IAD-PEDROSO)

Em março de 2016 descobri que eu estava grávida, através de alguns sintomas que senti, fiz o teste de farmácia e comprovou o que eu esperava, fui ao médico ele pediu o exame e me passou um remédio para cólica pois eu sentia muita dor. Ao pegar o resultado do exame veio o positivo, eu e meu esposo ficamos muito felizes, porém minha gravidez foi cheia de complicações, tive sangramentos e cólicas fortes.

Fui para uma viagem de serviço, e quando eu chegasse começaria o pré-natal, mas na noite que eu cheguei tive um sangramento e já era de madrugada, esperei amanhecer fui procurar o médico e detalhe era véspera de feriado, mas graças a Deus encontrei o médico e ele pediu uma ultrassom de urgência, comecei a ficar preocupada, onde ia encontrar uma clinica aberta, andamos em várias clinicas mais não havia quem fizesse, até que numa ultima tentativa achamos uma aberta, chegamos fizemos a ficha e depois de uma hora de espera fui atendida, mas achei que estava tudo bem o sangramento já tinha parado um pouco, ai o médico que estava fazendo a ultrassonografia falou que o bebê estava morto ou não tinha desenvolvido, ele me tratou com tanta ignorância que já sai chorando de lá, voltamos para o médico com a ultrassom e quando chego lá ele tinha passado mal e suspendido todas as consultas, meu Deus e agora eu pensei, fiquei nervosa e logo resolvi procurar a minha Ginecologista que atendia no particular, cheguei em prantos na sala dela, ela olhou a ultrassom, me passou uns medicamentos e pediu para eu voltar com uma semana, assim eu fiz, no dia do retorno ela fez outro exame e realmente tinha que fazer curetagem pois ela não encontrava sinais vitais do bebê, enquanto eu perguntava como seria o procedimento, Deus fez o coração do Arthur bater, mas antes de ir no retorno, as irmãs do Circulo de Oração veio até minha casa orar por mim.

Fiz todo o pré-natal e no dia 6 de dezembro as 6h dei entrada no Hospital São Francisco, e as 07h30min o Arthur nasceu, ocorreu tudo bem, fui para o quarto e tive uma hemorragia muito forte, uma enfermeira ligou para minha médica avisando e enquanto isso comecei a falar com o Senhor dentro do quarto, pedi que ele me curasse ali mesmo, ou usasse a médica para me dar algum medicamento que viesse me curar para não precisar eu operar novamente, sei que Deus me ouviu, a médica usou um medicamento e cessou o sangramento.

Eu louvo a Deus por tudo que ele tem feito na minha vida e da minha família.

DEUS É BOM, O TEMPO TODO DEUS É BOM!